Artigos relacionados

Comentários

  1. Rentmaq diz

    Somos de uma empresa de locações de equipamento, muitas vezes alugo para outros estados e o transporte e feito pelo próprio locatário que possui caminhão próprio com placa cinza porque não e transportador, e sim para seu proprio uso. como tirar o romaneio se na hora do preenchimento sempre exige que eu coloque o número do ANTRC para liberação do documento?

    • Caio Henrique diz

      Olá amigo, tudo bem?

      No sistema de emissão do romaneio deve haver alguma opção onde, em vez de ter que colocar o número do ANTRC, você coloca que o frete é por conta do cliente, sem necessidade de haver um ANTRC vinculado.

      Como seu cliente é o responsável pelo transporte, ele é responsável em resolver essa questão, seja efetuando o registro do caminhão na ANTT (caso o veículo realmente não seja registrado) ou te fornecendo o número (caso o veículo já seja registrado).

      O registro pode ser realizado aqui: http://www.antt.gov.br/cargas/arquivos_old/RNTRC.html

    • Iris Abrantes diz

      Olá Luciano, boa tarde!

      Que bom saber que gostou da matéria.
      Para saber mais informações sobre os postos credenciados, sugerimos que acesse o site da ANTT.

      Um abraço!

  2. Júnior diz

    Olá.
    Tenho uma dúvida sobre antt.
    Comprei um veiculo de transporte Mas no nome de outra pessoa.
    Eu consigo fazer a antt no meu nome?

    • Caio Henrique diz

      Olá Júnior, tudo bem? 🙂

      Consegue sim!

      Você fará 2 vínculos diferentes com a ANTT: cadastro do seu CPF como TAC (Transportador Autônomo de Carga) e Cadastro do Veículo!

      Não há nenhum problema!

    • Caio Henrique diz

      Vivaldo, nesse caso são 2 cadastros diferentes: o primeiro é o seu registro enquanto TAC (Transportador de Carga Autônomo) e o registro do veículo. Você deve registrar esse novo veículo e não há problemas se ele não está em seu nome!

  3. Giovanni diz

    Boa tarde, minha transportadora não tem frota própria, terceirizamos o frete, e para emitir CTe e MDFe preciso de registro na ANTT? Seria necessário usar o RNTRC do terceirizado para emitir o CTe e o MDFe?

    • Caio Henrique diz

      Giovanni,

      Para emitir CT-e, sua empresa precisa seguir os procedimentos descritos nesse nosso artigo, que envolve basicamente solicitar credenciamento na SEFAZ, adquirir um sistema emissor de CT-e, adquirir o Certificado Digital e fazer configurações contábeis/fiscais no seu sistema. Quanto ao motorista terceiro que você contratou, será preciso placa, Renavam, RNTRC e UF do proprietário do veículo, bem como o nome e CPF do motorista (que não necessariamente é o proprietário do veículo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.